h1

novembro 6, 2012

..

.

.

.

.

Estrada entre vírgulas

A cor do som que faz
Tua alma ficar em paz
Colore minha primavera
E a nuvem – gota de orvalho
Bagunça a imagem que entalho
Da vida que não me espera.

O vento sobre o cabelo
Sussurra sem qualquer zelo
Segredos do fim de tarde
Desnuda meu céu inteiro
Acende, tal qual braseiro
E em mim vira tempestade.

E a Lua, de sobressalto
Pergunta-me lá do alto
“Que vida queres viver? –
Ser rei de todo esse mundo
Almejar o poder a fundo
Ou basta sentir prazer?”

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

Thuan Carvalho

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: